• Evanio Magalhães

Nuvens sem água.

“Estes são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas; ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas.” Judas 1:12,13.


A carta de Judas é uma severa exortação contra os religiosos hipócritas de todos os tempos. É uma pequena carta que nos traz, com muita indignação do apóstolo, a realidade do que são os líderes religiosos que, buscando satisfazer seus próprios desejos, transtornam o verdadeiro evangelho.


No entanto, a exortação de Judas não é direcionada para os falsos líderes hipócritas, pois, na concepção de Judas, estes já estão condenados. A exortação é para que os discípulos saibam identificar esses falsos líderes, e para que saiam fora de debaixo de suas influências perversas.


A primeira característica apresentada por Judas para qualificar um falso líder é o fato deles “transformarem a graça de Deus em dissolução”. Podemos ver hoje muitos pastores que acobertam os diversos tipos de pecados em suas igrejas, dizendo que Deus perdoa tudo. São líderes que fazem casamentos cujo relacionamento foi fruto de adultério, que toleram a fornicação de seus jovens, que aprovam relacionamentos homossexuais e até aborto em suas igrejas. Todas essas coisas são tidas como abomináveis na Torá de Deus.


Será que não sabem que a Lei de Deus condena essas práticas? Sabem, mas consideram a graça de Deus em uma suposta permissão para que as pessoas continuem tendo uma vida imoral. Não estão preocupados em levar as pessoas ao arrependimento, que é a condição para o perdão, pois não estão ali para servir a Deus, mas sim a seus próprios interesses.


O risco de estar sob a tutela de um líder religioso que ignora os mandamentos de Deus, e que sustenta condutas pecaminosas de seus membros, é que este líder, por estar mais preocupado em servir a si mesmo, não irá levá-lo à verdade das Escrituras. Aliás, a verdade das Escrituras pode ser muito embaraçosa para ele.


Todos os profetas das Escrituras foram perseguidos por falarem a verdade, por expor os pecados da nação de Israel, e por chamar as pessoas ao arrependimento. Acredite, esta mensagem não é agradável aos ouvidos da maioria das pessoas, e líderes que querem igrejas lotadas não irão pronunciá-la. Mas somente a verdade terá o poder de verdadeiramente transformar sua vida e levá-lo ao um relacionamento íntimo com Deus.


A recomendação de Judas para nós nestes dias em que vemos a liderança religiosa evangélica cada vez mais envolta em corrupção de toda a parte é simples:


"Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo, conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna. E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento; e salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne.” Judas 1:20-23.


Que o Eterno nos abençoe.

#Hipocritas #FalsosLíderes #Judas




22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo