• Evanio Magalhães

Convertei-vos ao Senhor!

“Quem é sábio, para que entenda estas coisas? Quem é prudente, para que as saiba? Porque os caminhos do Senhor são retos, e os justos andarão neles, mas os transgressores neles cairão.” Oséias 14:9.


Algo que os profetas deixam claro é a excelência da Torá. Os caminhos do Senhor são retos, seus mandamentos são justiça, sua Lei é perfeita. Deus apresenta a nós, através da sua Palavra, o quão elevado é seu padrão de correção. Não tem como não nos maravilharmos diante da grandeza de sua Lei, diante do elevado padrão ético, moral e cultural que a Torá carrega.

Mas, ao mesmo tempo em que nos maravilhamos com a grandeza da Lei de Deus, também olhamos para nossas obras e nos deparamos com a nossa imperfeição. Quanto mais conhecemos o padrão perfeito de Deus, mais vemos que estamos distantes deste padrão. Não é apenas clichê, é uma realidade. Apóstolo Paulo estampou este sentimento ao dizer:


“Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros.” Romanos 7:22,23.


Assim vemos que a Torá, embora perfeita, embora ensine um caminho de justiça, embora seja vida para aqueles que guardam seus mandamentos, essa mesma Torá também apresenta o quão pecadores somos, o quão necessitamos da graça perdoadora de Deus.

O profeta Oséias, no final de seu livro, deixa um severo alerta, remontando essa atuação dupla da Torá. “os caminhos do Senhor são retos, e os justos andarão neles, mas os transgressores neles cairão”. A mesma Torá pode ser fonte de vida ou de morte. Vida para o temente, e morte para o transgressor.

Como então andar neste caminho, visto que somos tão inclinados para o mal?


“Converte-te, ó Israel, ao SENHOR teu Deus; porque pelos teus pecados tens caído. Tomai convosco palavras, e convertei-vos ao Senhor; dizei-lhe: Tira toda a iniqüidade, e aceita o que é bom; e ofereceremos como novilhos os sacrifícios dos nossos lábios.” Oséias 14:1,2.


Não está em nós o poder para realizar o bem, mas há em nós o poder para decidir entre voltar a Deus, ou permanecer no pecado. Há um mistério que poucos entendem; através do profeta Ezequiel Deus disse:


“E dei-lhes os meus estatutos e lhes mostrei os meus juízos, os quais, cumprindo-os o homem, viverá por eles. E também lhes dei os meus sábados, para que servissem de sinal entre mim e eles; para que soubessem que eu sou o Senhor que os santifica.” Ezequiel 20:11,12.


Os estatutos e juízos de Deus promovem vida naquele que os obedece, mas são os sábados que servem de sinal a nós de que é o Eterno quem nos santifica. Em todas as festas temos claro o chamado ao arrependimento, ao retorno a Deus. Tanto no Shabat semanal, como em cada uma das festas de Adonai, somos instruídos que um coração quebrantado e contrito Deus não desprezará. Somos alertados a confiar na graça de Deus, e no seu Messias Yeshua.

No Shabat reafirmamos que fomos criados por Deus, que não somos de nós mesmos, mas temos um dono e Rei; e que este Rei tem um Reino preparado para os que nele esperam, um Reino de Descanso e Alento, um Reino de Vida e Paz. Em Pessach somos levados ao sacrifício de Yeshua, que nos liberta do Egito espiritual, e nos faz massa nova, sem fermento, como o Matza. É em Shavuot que somos levados a buscar o enchimento espiritual para oferecer ao nosso Deus frutos de justiça, frutos que são produzidos pelo Espírito de Deus em nós. Em Yom Terua somos alertados que o Rei está chegando, ele virá, tão certo como o amanhecer (Os 6:3), em Yom Kippur somos levados à realidade de que somente um coração arrependido encontrará a Graça de nosso Deus. Em Sucot nos alegramos com a certeza de que nossa vida está nas mãos de nosso Deus, e ele habitará conosco para sempre (Ap 21:3).

Por isso devemos estar atentos ás vozes dos profetas: “convertei-vos ao Senhor”!


“Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações. Senti as vossas misérias, e lamentai e chorai; converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo em tristeza. Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.” Tiago 4:8-10.


Que o Eterno nos abençoe!

#devocional #arrependimento #conversão #VotarParaDeus #Yeshua #Fé




27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo